Voçorocas voltam a engolir casas em Buriticupu

Na última semana, as chuvas provocaram novas erosões em barrancos com vários metros de altura. Nas últimas décadas, mais de 50 casas já foram engolidas pelas crateras.
Voçorocas voltam a engolir casas e amedrontar moradores em Buriticupu
Voçorocas voltam a engolir casas e amedrontar moradores em Buriticupu

As fortes chuvas que caem em todo o Maranhão, provocando interdições em diversas estradas, também está intensificando o fenômeno das voçorocas, em Buriticupu.

No último fim de semana, um vídeo gravado por um morador mostra como uma das voçorocas está avançando na cidade, engolindo casas. Uma das residências está na beira do precipício e os moradores tiveram que sair.

“Alguém tem que tomar uma providência sobre isso aqui. A cada dia que passa, está se acabando [o residencial]. Algumas casas já foram embora”, conta o morador.

Buriticupu é uma das 19 cidades do Maranhão que estão em situação de emergência por causa das chuvas que causam o aumento do nível de rios, além de alagamentos, enchentes e destruição de estradas.

Problema das voçorocas é antigo

Só em Buriticupu, há cerca de 26 voçorocas que avançam há pelo menos 30 anos e preocupam os moradores. No dia 9 de maio de 2023, uma casa foi ‘engolida’ por uma das crateras, após um deslizamento de terra ocorrido em uma rua do bairro Vila Isaías. Segundo o Corpo de Bombeiros, a residência já havia sido evacuada e não houve vítimas.

Uma semana antes, no entanto, o policial militar aposentado José Ribamar Silveira caiu dentro de uma das crateras enquanto manobrava uma caminhonete. A queda foi de uma altura de, aproximadamente, 80 metros. Ele não chegou a falecer, mas teve várias fraturas.

Historicamente, segundo pesquisadores, mais de 50 casas já foram engolidas pelas crateras nas últimas décadas, e cinco pessoas morreram ao caírem nas voçorocas de Buriticupu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Publicidade

Publicidade
Publicidade