Mais de 800 presos recebem benefício de saída temporária de Páscoa em São Luís

A saidinha tem início a partir de quarta-feira (27) com retorno agendada para o dia 2 de abril.
Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís — Foto: Divulgação/Governo do Maranhão

O Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) concedeu o benefício de saída temporária de Páscoa a um total de 811 apenados nas unidades prisionais de São Luís. Esta medida permite aos detentos deixarem temporariamente as unidades. A saidinha tem início a partir de quarta-feira (27) com retorno agendada para o dia 2 de abril.

A saída temporária é uma oportunidade concedida pela Justiça em determinadas ocasiões do ano, como Páscoa e Natal, para que os detentos possam passar um período com suas famílias. É uma iniciativa que visa promover a ressocialização e o contato com o ambiente externo, com a expectativa de que esta experiência contribua para a reintegração social dos apenados.

A Secretaria de Administração Penitenciária informou que ainda realizará uma revisão da lista de beneficiados para garantir concessão correta do benefício. Após esta revisão, será divulgado o número final de apenados que de fato receberão a autorização para a saída temporária.

Este processo assegura que apenas os apenados que cumprem os requisitos e condições estabelecidos tenham direito ao benefício, mantendo a segurança e a ordem nas unidades prisionais.

A expectativa é de que a saída temporária proporcione momentos de aproximação familiar e a oportunidade de celebrar a Páscoa fora do ambiente carcerário.

A medida representa um esforço conjunto do Tribunal de Justiça, da Secretaria de Administração Penitenciária e demais instituições envolvidas para promover uma gestão humanizada do sistema prisional, buscando formas de incentivar a ressocialização dos apenados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Publicidade

Publicidade
Publicidade